Seja +
Seja +

Perguntas e respostas

Pergunta: Por que não consigo esquecer meu ex-namorado?

Apesar de estar no site para encontrar alguém que realmente queira algo sério, sinto muita falta do meu ex-namorado. Já estamos separados há dois anos e ainda não consigo me libertar dele. As músicas, os perfumes que sinto, enfim, sempre aparece algo que me faça lembrar dele. Tomamos caminhos diferentes. Hoje, tem uma filha de dois anos, com uma mulher odiável. Ele sabe que fez uma baita besteira, se envolvendo num momento de carência com ela, mas resultou em uma criança linda. Assim foram passando os anos: ele todo envolvido, com sua situação delicada; e eu também tive uma filha de um relacionamento furado. Tenho contato com sua família, sei que está sozinho e eu também estou, mas não tenho coragem de ligar para ele, pois tenho medo de que não queira falar comigo depois de tanto tempo.

Tivemos um relacionamento de cinco anos, muito intenso, mas seus ciúmes acabaram nos separando. Era sufocante e ele era o primeiro a dizer que tinha problema com os ciúmes e ia tratar. Será que devo esquecê-lo? Eu rodo, rodo e acabo falando dele no meio da conversa com minhas amigas. Elas até brincam: tudo é o fulano, né! Qual é a melhor atitude a ser tomada? Obrigada.

Resposta: A questão principal não parece dizer respeito a esquecê-lo, ou mesmo a que atitude tomar. O essencial é saber que papel ele está exercendo na sua vida, ou melhor, que papel você está o fazendo cumprir. Sem pensar nisso, qualquer decisão poderá ser tomada, mas o fundamental não estará sendo tocado.

Saber a função que alguém exerce na nossa vida não é tarefa fácil, nem há um padrão que se adeque a todos. Há pessoas que continuam em torno do “ex”, mesmo já tendo terminado há anos, por medo de se relacionar com outras pessoas. Às vezes a “novidade” assusta e acaba-se preferindo, mesmo que não assumida ou conscientemente, o conhecido, ainda que este desagrade em muitos aspectos. Existem casos também em que a pessoa acaba parecendo interessante, ao assumir outro relacionamento, ou mesmo ao ter um filho com alguém. É como se, com isso, o “ex” sentisse perdê-la e essa sensação gera a vontade de retomar o que se perdeu. Esses são apenas dois tipos de situações, mas há inúmeras outras possibilidades. Será que alguma dessas faz sentido para você? Tente pensar não na pessoa dele, mas no que ele representa na sua vida. Muitas pessoas consideram difícil fazer isso sozinhas e buscam ajuda de um psicoterapeuta. Se você considerar necessário, sugiro que procure uma psicoterapia. Você poderá entender melhor o que está por trás dessa falta que sente dele e poderá tomar decisões baseando-se nessa compreensão!

Abraços,
Mariana

Respondido por

Dra. Mariana Santiago de Matos Psicóloga

Consultora de Relacionamento e Comunicação, Palestrante, Jornalista e Autora do livro Faça o Amor Valer a Pena, entre outros. Pós-graduada em Educação Sexual e graduanda em Psicologia.

Publicidade